Escreva o que Procura

 

Mateus 10

Posted on

CAPÍTULO 10 (31 d.C.) OS DOZE E; chamando os Seus Doze Discípulos (para instrução e uma missão especial), deu-lhes poder sobre os espíritos imundos, para que os expulsassem, e curassem toda enfermidade e todo o mal (todo este poder vem de Deus).

2 Ora, os nomes dos Doze Apóstolos são estes: O primeiro, Simão, chamado Pedro, e André seu irmão; Tiago filho de Zebedeu, e João seu irmão (nenhum dos Doze eram da aristocracia de Israel);

3 Filipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o publicano (coletor de impostos); Tiago, filho de Alfeu, e Lebeu, apelidado (o sobrenome) Tadeu;

4 Simão, o Zelote (o cananita) e Judas Iscariotes, aquele que O entregou (onze eram Galileus; um, Judas Iscariotes, era da Judéia). A MISSÃO

5 Jesus enviou” estes Doze, aos quais ordenou dizendo: Pelo caminho dos Gentios não ireis, nem em cidade de Samaritanos entreis (tinha que tratar primeiro com Israel; depois da Cruz, Ressurreição, e Ascensão, o Mandato seria ir por todo mundo [Mc. 16:15]);

6 Mas ide, antes, às ovelhas perdidas da Casa de Israel (note que as “ovelhas perdidas,” refuta a doutrina falsa da segurança eterna incondicional).

7 E, indo, pregai, dizendo: O Reino dos Céus é chegado (o Reino foi rejeitado por Israel). –

8 Curai os doentes, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios (espíritos demoníacos); de graça recebestes, de graça dai (nunca se deve cobrar uma carga monetária).

9 Não possuais ouro, nem prata, nem cobre em suas bolsas (tem que depender do Senhor para tudo),

10 Nem alforjes para o caminho, nem duas túnicas, nem sandálias, nem bordão, porque o operário é digno do seu alimento (é criminoso receber o fruto do trabalho, sem trabalhar).

11 E, em qualquer cidade ou aldeia onde entrardes, procurai saber quem nela seja digno (de Fé semelhante); hospedai-vos ali até que saiam (trabalha com eles).

12 E, entrando nalguma casa, saudai-a (abençoe-a com paz).

13 E, se a casa for digna (de Fé semelhante), sua paz (bênção) virá sobre ela; mas, se não for digna (demonstra que não é de Fé semelhante), sua paz retornará para vós (não a benção).

14 E, qualquer que não vos receber, nem ouvir vossas palavras, saindo daquela casa ou cidade, sacudi o pó dos vossos pés (uma maldição agora estará sobre os tais).

15 Em verdade vos digo (um anúncio extremamente importante) que, o castigo será de menos rigor (diferentes graus de castigo) para a Terra de Sodoma e Gomorra, no Dia do Juízo (o Julgamento do Grande Trono Branco, Ap., cap. 20) que o daquela cidade. A PERSEGUIÇÃO

16 Eis que vos envio (Cristo os envia) como ovelhas no meio de lobos (a maioria dos lobos estão na Igreja); sede pois prudentes como as serpentes, e símplices como as pombas.

17 Tende cuidado porém dos homens (os religiosos apóstatas), porque eles vos entregarão aos Sinédrios, e em suas Sinagogas vos açoitarão (o mundo religioso se opõe a Cristo e a Cruz); A INIMIZADE

18 E ainda, à presença de Príncipes e Reis (a perseguição pela Igreja muitas vezes é seguida pela do Estado) sereis conduzidos por causa de Mim (a hostilidade contra Cristo), para lhes servir de testemunho, a Eles (tome a oportunidade de atestar a eles) e aos Gentios (uma predição da Igreja que está logo para vir).

19 Mas, quando vos entregarem (não, “se” ocorrer, mas, “quando” ocorrer), não vos preocupeis como ou o que haveis de falar (a defesa se deixa com o Senhor ), porque naquele momento, vos será dado o que haveis de falar (a unção do Espirito).

20 Porque não serão vós os que falarão, mas o Espírito de vosso Pai (O Espírito Santo) falará em vós (“em vós,” o Batismo com o Espírito [At. 2:4]).

21 E o irmão entregará à morte o irmão, e o pai o filho; e os filhos se levantarão contra os pais, e os matarão (a animosidade contra Cristo e a Cruz é maior que o amor para com os entes queridos).

22 E odiados de todos sereis por causa de Meu Nome (a ofensa da Cruz); mas o que perseverar até o fim, este será salvo (a perseguição continuará até a Segunda Vinda).

23 Mas quando, pois, vos perseguirem nesta cidade (a certeza da oposição), fujam para outra (siga evangelizando); porque em verdade vos digo (recorde isto) que não acabareis de andar por todas as cidades de Israel (devido à perseguição, que precisamente é o que foi neste caso), sem que venha o Filho do Homem (audazmente anunciando a Segunda Vinda) A INSTRUÇÃO

24 O Discípulo não é mais que seu Mestre (como perseguiram Cristo, perseguirão a seus seguidores), nem o Servo mais que Seu Senhor (dito assim de duas maneiras, para acentuar a certeza de seu cumprimento).

25 Basta ao Discípulo ser como Seu Mestre, e ao Servo como Seu Senhor (o Crente deve experimentar a mesma oposição que seu Senhor ). Se ao Pai de família chamaram Belzebú (de Diabó), quanto mais aos de sua casa?

26 Portanto, não os temais (o medo não deve guiar a Mensagem), porque nada há encoberto, que não haja de ser revelado, nem oculto, que não haja de saber-se (o dia de dar-se conta está por vir).

27 O que vos digo em trevas (em oração), dizei-o em luz (abertamente) ; e o que escutais ao ouvido (o que o Espírito revela), pregai-o sobre os telhados (em público).

28 E não temais os que matam o corpo mas à alma não podem matar (não teme você aos homens); temei, antes, Aquele (Deus) que pode fazer perecer no Inferno a alma e o corpo.

29 Não se vendem dois pássaros por um ceitil? (muito barato) Contudo, nenhum deles cai em Terra sem o consentimento de vosso Pai (sem Seu Conhecimento ou Vontade).

30 Pois até mesmo os cabelos de vossa cabeça estão todos contados (procure Deus Que sabe todas as coisas, e pode fazer todas as coisas).

31 Não temais pois (o que temos que temer, quando servimos a Alguém que tudo sabe [é onisciente], e é todo poderoso [é onipotente]?); mais valeis vós que muitos passarinhos (se Deus tomar cuidado deles, e sim Ele o faz, não terá Ele cuidado de nós?).

32 Portanto, qualquer que Me confessar diante dos homens (ligar o homem a Deus), confessar-lhe-ei Eu também diante de meu Pai que está nos Céus (ao confessar a Cristo, uma confissão correspondente faz Cristo).

33 E qualquer que Me negar diante dos homens (Cristo Só é o ponto focal), encarei-lhe Eu também diante de meu Pai que está nos Céus. A OPOSIÇÃO

34 Não cuideis que vim trazer a paz à Terra (a entrada de Cristo no mundo manifesta o mal que há no coração); não vim trazer paz, mas espada (a espada contra os Justos é como respondem os religiosos réprobos).

35 Porque Eu vim para por em dissensão o homem (em desacordo) contra seu pai, e a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra.

36 E, assim, os inimigos do homem serão os seus familiares (indica não somente a família imediata, mas também a família da Igreja). O DISCIPULADO

37 Quem ama o pai ou a mãe mais do que a Mim, não é digno de Mim (Cristo deve ser primeiro em todas as coisas); e quem ama o filho ou a filha mais do que a Mim, não é digno de Mim (digno de receber o que fez por ele na Cruz).

38 E quem não tomar a sua cruz (uma “Fé” total na Cruz para a exclusão de toda outra coisa), e não seguir após Mim (podemos segui-lo a Ele somente pelo “Caminho” da Cruz), não é digno de Mim (não digno das bênçães proporcionadas pela “Vitória” da Cruz).

39 Quem achara sua vida perdê-la-á (quem rejeita a Cruz perde sua vida); e quem perder a sua vida por amor de Mim achá-la-á (põe sua vida em Cristo, no que está feito pela Cruz [Rm. 6:3-5]) AS RECOMPENSAS

40 Quem recebe a vós, a Mim me recebe (quem recebe a Meu Mensageiro, Me Recebe), e quem a Mim me recebe, recebe ao que (Deus O Pai) me Enviou.

41 Quem recebe um Profeta na qualidade de Profeta (sendo ele um Profeta verdadeiro) receberá galardão de Profeta; e quem recebe SÃO MATEUS 10:42 um Justo na qualidade de Justo (porque ele é um homem Justo) receberá galardão de Justo (alguém que está em uma Missão Justa).

42 E qualquer que tiver dado a um destes pequenos (o Crente mais novo) um copo de água fria somente, em nome de Discípulo (porque ele é um seguidor de Cristo); em verdade vos digo, que não perderá o seu galardão (uma recompensa está garantida).

Nota: A explicação do versículo está entre parênteses (), inicia a explicação (explicação), continua o próximo verso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *