Skip to content

Espíritos imundos

Espíritos imundos (gr. Pneuma akátharton). Designação comum no Nt para espíritos malignos, que em sucessão tomaram posse de entidades complacentes (ver Mat 12:43; Mr, 1:23, 26; etc.). Eles também são conhecidos como demônios imundos * (Lucas 4:33), demônios (Mateus 9:33) ou facilmente “espíritos” (9:20 de março). Existem eventos abundantes em que um prodígio de nosso Deus teve que provar com sua emanação (Mar 1: 21-28; Mt 9: 32-34; 12: 22-32; Mar 5: 1-20; Mt 15: 21- 28; 9 de março: 14-29). Os discípulos receberam esplendor para expulsar os espíritos imundos (Mt 10: 1).

Na Sagrada Escritura, outra forma de chamar satanás. Exemplos de serviço: “Então um homem possuído por um espectro asqueroso começou a gritar: O que temos contigo, Jesus de Nazaré? Vens para nos destruir? Eu sei quem és: o Santo de Deus ”. “Quando o porco fantasma sai do macho, caminha por zonas áridas em busca da paz e não a encontra”, Lc 11,24-26, Sagrada Escritura. “E o espectro asqueroso, sacudindo-o com fúria e clamando em alta voz saiu dele”, Marcos 1:26.