Escreva o que Procura

 

Mateus 11

Posted on

CAPÍTULO 11 JOÃO O BATISTA ACONTECEU que, acabando Jesus de instruir aos Seus Doze Discípulos (refere-se ao ensino do Capítulo anterior; Ele mandou, o que é diferente de sugerir), partiu dali à ensinar e a pregar (para explicar e para proclamar) nas cidades deles.

2 E João, ouvindo no cárcere sobre os feitos de Cristo (como encarceram a João, ele se encontra desalentado), enviou dois de seus discípulos (enviou a Jesus),

3 Dizendo: És Tu Aquele que havia devir, ou esperamos outro? (A dúvida é a Nemesis da Fé, ou seja: A oponente da Fé, e açoita a cada Cristão de vez em quando.) A RESPOSTA DE JESUS PARA JOÃO BATISTA

4 E respondendo Jesus lhes disse (se pedirmos, receberemos [Mt. 7:8]): Vão e anunciem a João as coisas que ouvis e vedes (a resposta Divina se referiu a Isaías 35:56; 61:1-2):

5 Os cegos vê em, e os coxos andam; os leprosos são limpos, e: os’ surdos ouvem; os mortos são ressuscitados, e aos pobres é anunciado o Evangelho (Jesus chamou a atenção de João fora da cena política — restaurando naquela “época” o Reino a Israel o propósito verdadeiro de Sua Missão, a restauração do indivíduo).

6 E bem-aventurado é o que se não escandalizar em Mim (o Senhor adiciona outra Bem-aventurança âquelas dadas no Capítulo 5). O TESTEMUNHODE JESUS SOBRE JOÃO BATISTA

7 E, partindo eles (os dois discípulos de João Batista), começou Jesus a dizer às pessoas a respeito de João: O que saístes a ver no deserto? Uma cana agitada pelo vento? (Apesar das aparências — João que está 1720 na prisão — Jesus declara em realidade quem é João.)

8 Sim, que fostes ver? Um homem ricamente vestido? Os que se vestem ricamente estão nas casas dos reis (se o ouro do Herodes tivesse podido comprar a João, ele agora não estaria na prisão).

9 Mas, então, o que fostes ver? (A terceira vez que se expõe esta pergunta.) Um Profeta? Sim, vos digo Eu, e muito mais doque Profeta (mais que todos os Profetas antes dele).

10 Porque é este de quem está escrito (declara João como o último Profeta do Antigo Testamento): Eis que diante de Tua face, envio o Meu Mensageiro (João era esse mensageiro), que preparará o Teu caminho diante de Ti (João preparou o caminho para Cristo).

11 Em verdade vos digo que, entre os que nasceram de mulheres, não apareceu outro maior que João Batista (coloca João na vanguarda dos Profetas); mas aquele que é o menor no Reino dos Céus é maior que ele (refere-se ao Novo Pacto [Hb. 8:6]).

12 E, desde os dias de João Batista (João introduziu “o Reino dos Céus”) até agora (refere-se a Cristo Quem traria o Novo Pacto), o Reino dos Céus sofre violência (a Crucificação, o preço que Cristo pagou [Gn. 3:15]), e por força querem se apoderar dele (fala de Cristo que tira o domínio de Satanás, quem o tinha tirado de Adão [CI. 2:14-15]).

13 Porque todos os Profetas e a Lei até João profetizaram (os Profetas e a Lei testemunharam de Cristo que viria, e João era o último desses Profetas).

14 E, se querem acreditar (se você receber o Reino dos Céus), este é o Elias que havia de vir (se a nação tivesse recebido João, ele lhes tinha representado Elias, e teria sido contado por Deus como Elias [MI. 4:5-6]).

15 Quem tem ouvidos para ouvir, ouça (Israel não ouviria).

16 Mas a quem compararei esta geração? (A geração mais privilegiada, rejeitou a Cristo.) É semelhante aos meninos que se assentam nas praças, e clamam a seus companheiros,

17 E dizem: Tocamo-vos flauta, e não dançastes; cantamo-vos lamentações, e não chorastes (Israel rejeitou estar de luto com João Batista quando ele lhes exigiu Arrependimento, ou para regozijar-se com Cristo).

18 Porque veio João, não comendo, nem bebendo, e dizem: Tem demônio (demônio — o que disseram os religiosos; João não tinha vida social alguma).

19 Veio o Filho do Homem, que come e bebe, e dizeis; Eis aqui um homem comilão, e beberrão de vinho; amigo: de Publicanos e de pecadores (é o que disseram os inimigos de Cristo a respeito dele, enão o que era realmente a verdade). Mas a sabedoria é justificada por seus filhos (a sabedoria justificou ambos os cursos, o de João e o de Cristo. Israel rejeitou ambos). O JULGAMENTO

20 Então, começou a repreender às cidades nas quais tinham sido feitas muitas de suas maravilhas, porque não se arrependeram, e disse (Ele falava principalmente a respeito dos líderes religiosos destes lugares):

21 Ai de ti; Corazim! Ai de ti, Betsaida! Porque se em Tiro e Sidom, fossem feitas as maravilhas que foram feitas em vós, há muito tempo se teriam arrependido com pano de saco e com cinza (que condenação de Israel!).

22 Portanto vos digo que haverá menos rigor (diversos graus de castigo) para Tiro é para Sidom no Dia do Juízo (o hiízo do Grande Trono Branco), do que para vós (o pronome “vós” é enfático; na Mente de Deus, o “Julgamento” já se pronunciou).

23 E tu, Cafarnaum (“tu” outra vez enfático, reserva esta cidade para o julgamento pior de todos), que te ergues até aos Céus (exaltado não devido a Cristo, ao contrário, devido a sua prosperidade econômica), até o Inferno serás abatida (a maioria de seus habitantes foram para o Inferno); porque se nos dias de Sodoma fossem feitas as maravilhas, que foram feitas em ti, teria ela permanecido até o dia de hoje (que acusação sobre Cafarnaum!).

24 Portanto Eu vos digo que haverá menos rigor à Terra dos de Sodoma no Dia do Juízo, do que parati (o que rejeita a Cristo, está moralmente mais baixo que os idólatras de Tiro e Sidom, ou os cidadãos de Sodoma, e serão castigados como merecem). REGOZIJO QUANTO À REVELAÇÃO DIVINA

25 Naquele tempo, respondendo Jesus disse: Graças te dou, ó Pai, Senhor do Céu e da Terra, que escondestes estas coisas aos sábios e entendidos (uma sentença judicial sobre os líderes religiosos de Israel), e as revelaste aos pequeninos (outros fora das lideranças religiosas).

26 Sim, ó Pai (Nosso Próprio Pai Pessoal), porque assim Te aprouve (o Evangelho está oculto aos que rejeitam a Cristo e a Cruz, quaisquer pessoas que sejam, e, revelado aos que aceitam a Cristo e a Cruz; isto é “bom” à Vista de Deus [Jo. 3:16]).

27 Todas as coisas me foram entregues por Meu Pai (“Todas as coisas” significam que Cristo é Salvador e Juiz); e ninguém conhece o Filho, a não ser o Pai (Cristo é um Membro eterno da Deidade); e ninguém conhece o Pai, anão ser o Filho (a única maneira de chegar-se a Deus O Pai é por meio de Cristo'[Jo. 14:6]), e aquele a- quem o Filho o quiser revelar (a Salvação nunca é uma questão de educação mas sim de Revelação). O GRANDE CONVITE

28 Vinde a Mim (precisamente foi dito por Jesus com a intenção de revelar-se a Si mesmo como o Doador da Salvação), todos os que estão cansados e sobrecarregados (tentando ganhar a Salvação pelas obras), que Eu vos aliviarei (este “descanso” pode ser encontrado somente por meio de pôr sua Fé em Cristo é o que Ele tem feito para nós na Cruz [GI. 5:1-6]).

29 Tomai sobre vós o Meu jugo (o “jugo” da “Cruz” [Lc. 9:23]), e aprendei de Mim (aprenda de Seu Sacrifício [Rm. 6:3-5]), que sou manso e humilde de coração (a única coisa que nosso Senhor Pessoalmente disse de Si mesmo), e encontrareis descanso para vossa alma (a alma pode encontrar descanso somente na Cruz).

30 Porque Meu jugo é suave, e o Meu fardo é leve (o que Ele requer de nós é muito pequeno, logo que é ter Fé Nele, e Sua Obra Sacrificial da Redenção).

Nota: A explicação do versículo está entre parênteses (), inicia a explicação (explicação), continua o próximo verso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *