Escreva o que Procura

 

dispersão, os judeus da

Posted on

os judeus da dispersão são aqueles que habitavam em países estrangeiros. Estas colônias conservavam inteiramente o tipo israelita, evitando perder-se nas nações, onde viviam por meio de uma poderosa coesão da sua fé. Nestas novas circunstâncias era difícil a literal observância da lei mosaica, mas na meditação obtinham um conhecimento mais profundo e verdadeiro das doutrinas, na sua espiritual significação. A dispersão foi uma preparação, realmente maravilhosa e providencial, para a propagação dos princípios cristãos entre judeus e gentios. o templo de Jerusalém ficou sendo o reconhecido centro da religião judaica, e os judeus em toda a parte contribuíam anualmente com metade de um siclo para a sua manutenção. No princípio da era cristã havia judeus na Babilônia, Pérsia, Média, Pártia, por toda a Ásia Menor, na ilha de Chipre e nas ilhas do mar Egeu, na Alexandria, ao longo da costa setentrional da África, e na própria Roma. A mais antiga prova que possuímos de uma comunidade de judeus dispersos, em outro sítio que não seja Babilônia, é a colônia de Elefantina (Assuã) no Alto Egito, onde, pelas descobertas recentes, evidentemente se vê que houve ali um templo judaico no sexto século (a.C.). Muitas dessas comunidades viviam na prosperidade, e gozavam de influência. A influência da dispersão na rápida propagação do Cristianismo é de considerável importância, tanto pela modificação da doutrina judaica, como pelo proselitismo desses israelitas. Entre os convertidos do dia de Pentecoste havia judeus que tinham vindo de todas as partes do mundo onde existiam colônias israelitas, e naturalmente foram esses os que, na volta para suas casas, fizeram de um modo notável altiva propaganda do Evangelho, preparando assim o caminho para a subsequente obra dos Apóstolos. A dispersão tinha criado entre os gentios uma classe conhecida pelo nome de ‘devotos’, ou ‘tementes a Deus’, os quais, embora não fossem formalmente judeus, manifestavam em vários graus a fé no Deus de israel. Foi, naturalmente, desta gente que procederam os primeiros convertidos ao Cristianismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *