Escreva o que Procura

 

caverna

Posted on

As rochas na Palestina, na suamaior parte calcárias, abundam em cavernas, muitas das quais têm sido alargadas pelas mãos do homem para servirem de abrigo e defesa. os pastores que vivem perto de Hebrom deixam, no verão, as suas aldeias e vão habitar em cavernas e ruínas a fim de estarem mais perto do campo e dos seus rebanhos. Quase todas as habitações de Gadara são cavernas. Grandes séries de cavernas existem em Eleuterópolis de Judá, e num lugar entre Belém e Hebrom. Ló habitou numa caverna depois da destruição de Sodoma (Gn 19.0). Abraão sepultou Sara, sua mulher, na caverna de Macpela (Gn 23.19). os cinco reis dos amorreus, quando eram perseguidos por Josué, refugiaram-se numa caverna, em Maquedá. Josué ordenou que grandes pedras fossem levadas para a boca da caverna e continuou a perseguir o inimigo. Quando a derrota foi completa, voltou à caverna, tirou de lá os reis, e mandou enforcá-los em cinco madeiros (Js 10.15 a 27). outras cavernas se acham mencionadas nas Sagradas Escrituras: a de Adulão, onde Davi e seus companheiros acharam refúgio (1 Sm 22.1 – 2 Sm 23.13 a 16) – a caverna de En-Gedi, onde Saul foi procurar Davi e os seus homens (1 Sm 24.1 e 8) – aquela em que obadias escondeu os profetas para não serem vítimas da fúria de Jezabel (1 Rs 18.4) – e a caverna em que Elias descansou depois da mortandade dos profetas de Baal no Monte Carmelo (1 Rs 19.9). Sob a categoria de caverna, podem também ser mencionadas as sepulturas de Lázaro e de Jesus Cristo (Mt 27.60 – Jo 11.38), e que tinham sido abertas em rocha. No tempo de Gideão, os israelitas, para não caírem nas mãos dos midianitas, refugiaram-se em cavernas, abundantes na região montanhosa de Manassés (Jz 6.2) – e nos primeiros tempos de Saul escaparam dos filisteus, procurando abrigo em covas. As cavidades naturais das rochas eram, freqüentes vezes, aproveitadas, transformando-se em cisternas de água, ou servindo de prisão (is 24.22 – Ez 32.23 – Zc 9.11). o solo rochoso de uma grande parte da Terra Santa quase não permite os sepultamentos, a não ser em cavidades naturais ou feitas na rocha. A habitação do demoníaco nos túmulos explica-se pelas muitas cavernas rochosas que existem perto do mar da Galiléia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *