Skip to content

boi selvagem

É tradução da palavra hebraica re”em. É algum animal bem conhecido, pela sua grandeza e ferocidade, e notável pelos seus chifres (Nm 23.22 – 24.8 – Dt 33.17 – 39. 9,10 – Sl 29.6 – 92.10 – is 34.7). o boi bravo ou o urus, que em tempos antigos abundava na Europa e Ásia ocidental, acha-se representado nos baixos-relevos dos monumentos da Assíria. Distingue-se do boi manso por um certo número de sinais no corpo, fazendo crer que possuía um pêlo comprido. Era de natureza feroz, e como caça não era menos grandiosa do que o leão nos dias de Semíramis e Senaqueribe. Há razão para crer que esta raça de animais se extinguiu na Terra Santa numa idade remota, sendo desconhecidas as exatas características deste veloz e terrível boi. o cônego Tristam descobriu quatro dentes num minério do Líbano, os quais na sua identificação se viu ter pertencido a algum boi bravo de grandes dimensões, sendo esse sem dúvida o auroque ou o urus. isto é confirmado por um obelisco partido que foi encontrado em Ninive, no qual se fala de certo rei assírio com uma referência ao ‘destrutivo rimi selvagem’, que ele matou nas faldas do Líbano.